Ar

Aplicação

O ar tem baixo coeficiente de absorção e isto posibilita que os microorganismos possam ser atacados pela radiação UV em forma eficiente. Radiação indireta para esterilização do ar através de sistemas de radiação voltados para cima. Atualmente existem cinco métodos básicos para se esterilizar o ar com ajuda da radiação UV:

1. Lâmpada UV instalada no teto

Este método é utilizado no caso de interiores não habitados, ou quando os moradores têm a possibilidade de apelar para medidas de proteção contra a radiação.

2. Lâmpada UV instalada nas imediações do teto, com reflectores voltados para cima

Estas lâmpadas podem ser utilizadas para combater bactérias e fungos, com a vantagem de serem utilizadas em interiores sem o uso de roupa de proteção.

3. Lâmpada UV com purificadores de ar separados e filtro simples

Consiste de lâmpadas UV operadas por dispositivos de intercalação eletrônicos, posicionados num recipiente e que atuam como armadilha de luz. 

4. Lâmpada UV para irradiação do solo, com reflectores voltados para baixo (muitas vezes em combinação com o item 2)

Estas lâmpadas são utilizadas para limpar a totalidade do ar (também no solo). Neste caso, as lâmpadas destinadas às camadas superiores do ar devem ser complementadas por outras que são instaladas em reflectores a uma altura aproximada de 60 cm.

5. Lâmpadas UV em condutos de ventilação, opcionalmente em combinação com filtros especiais para pó

O ar introduzido pode ser esterilizado até certo ponto, o que irá depender da quantidade de lâmpadas e do tempo de permanência (o tempo passado na região efetivamente letal da lâmpada). Estes sistemas dispõem de uma velocidade de fluxo controlado e seu desempenho pode ser calculado teoricamente. 

Os campos de aplicação

Desinfecҫão do ar

Os métodos tradicionais de desinfecҫão, como por ex. os utilizados em laboratórios médicos, não conseguem desinfetar o ar, uma vez que os microrganismos encontram-se pairando livremente no ar. A aplicaҫão da radiaҫão UV em canais de ventilaҫão para arejamento, aquecimento e arrefecimento fornecem uma comprovadamente excelente proteҫão contra os germens patogênicos no ar. Especialmente em hospitais, onde ocorre uma adiҫão de germens através dos pacientes e as visitas. Portanto, as salas de espera e as salas de cirurgia deverão ficar protegidas contra o risco de uma infecҫão adicional através do ar. Até 99% dos germens patogênicos podem ser eliminados com a circulaҫão do ar através da radiaҫão UV.

Espirais de arrefecimento

As mais das vezes, as espirais de arrefecimento encontram-se úmidas e contaminadas. Portanto, estas áreas representam um terreno fértil ideal para a formaҫão de bolores. A utilizaҫão da radiaҫão UV poderá drasticamente reduzir ou então totalmente impedir a formaҫão de bolores. Além do mais, é melhorada a eficiência do intercâmbio de temperaturas. Outrossim, e para o caso de uma operaҫão contínua, uma moderada irradiaҫão UV será apenas necessária.

Aparelhos de ar condicionado

A fonte de radiaҫão UV poderá ser instalada no teto do recinto ou no canal de ventilaҫão do aparelho de ar condicionado.

Com isto existe uma boa possibilidade para que os hospitais ou edifícios de escritórios possam receber ar fresco e desinfetado. Além disso é possível instalar os sistemas UV com elevada eficiência de desinfecҫão em túneis de ar ou sistemas de arrefecimento (como por ex. para a elaboraҫão de pão).

Panificadoras

A principal fonte de perigo na elaboraҫão de pão e produtos de panificaҫão é a presenҫa de esporos de bolor durante a fase inicial. Uma desinfecҫão direta do equipamento em combinaҫão com a desinfecҫão do recinto reduzem consideravelmente o nível dos germens. A irradiaҫão em possíveis materiais de embalagem, com anterioridade ao seu contato com os alimentos, aumenta a sua durabilidade.

  • Elaboraҫão de massa alimentícia
  • Recintos e frigoríficos para pão
  • Salas e quipamentos para o corte de pães
  • Equipamentos e recintos para as linhas de embalagem

Aҫougues e matadouros

De todos os alimentos, são os produtos cárnicos os mais difíceis de preservar das bactérias. O motivo é o elevado teor de proteínas que representa uma base de subsistência para os microrganismos. Primordialmente deverá se aplicar a desinfecҫão do ar em combinaҫão com uma desinfecҫão das superfícies. A irradiaҫão em possíveis materiais de embalagem, anteriormente ao seu contato com os alimentos, aumenta a sua durabilidade.

Armazéns e armários frigoríficos para carnes

  • Vitrines frigoríficas para carnes
  • Salas de equipamentos para o envasamento de produtos de salchicharia
  • Salas para a fabricaҫão de conservas

Fábricas de laticínios e queijarias

Ali são utilizadas lâmpadas UV a fim de proteger as culturas originais de um contágio por organismos “selvagens” no ar. Portanto, uma desinfecҫão indireta do ar deverá preponderantemente ser realizada. Recipientes deverão ser desinfetados com anterioridade ao seu enchimento. Também a irradiaҫão em materiais de embalagem aumenta a durabilidade dos respectivos alimentos.

  • Salas para o envasamento de leite
  • Salas para a elaboraҫão e armazenagem de queijos
  • Desinfecҫão de tanques

Cervejeiras, fábricas de sumos de fruta, armazéns para frutas

Nestes casos, geralmente não é questão de eliminar germens patogênicos, mas de erradicar os geradores de fermentaҫão e bolor, ou seja os sacaromicetos e bolores. Devido a uma baixa sensibilidade à irradiaҫão da parte das parasitas, especialmente na fase dos esporos, deverá se aplicar uma maior radiaҫão UV.

  • Desinfecҫão de tanques
  • Equipamentos e salas para armazenagem e empacotamento de frutas
  • Salas para a fabricaҫão de conservas de frutas e legumes

Medicina e farmacologia

A desinfecҫão UV resulta mais eficaz naqueles locais, onde os germens patogênicos (ou outros materiais em perigo) podem atingir as pessoas mediante infecҫões através do ar. Um possível contágio através do ar, e que no caso de muitas doenҫas pode desempenhar um papel essencial, é assim consideravelmente reduzido. Uma eliminaҫão total dos germens não é possível e na maioria dos casos sequer necessária. A experiência tem mostrado que no caso de uma desinfecҫão do ar podemos nós limitar ao fato de reduzir consideravelmente a quantidade dos germens. Devido a que as doenҫas infecciosas muitas vezes são originadas por infecҫões mistas (através do contato e do ar), uma desinfecҫão é particularmente indicada quando pela presenҫa de varias pessoas doentes num mesmo recinto o perigo de contágio é muito grande. Como por ex. no caso de hospitais, clínicas pediátricas, berҫários, salas para prematuros, salas de cirurgia, bem como salas de espera dos médicos e outros locais similares.

  • Para a irradiaҫão indireta e/ou direta de recintos
  • Para a desinfecҫão de lugares de trabalho
  • Como barreira de radiaҫão UV entre dois recintos
  • Em aparelhos de ar condicionado
  • Caixas para instrumentos

Zootecnia

Uma desinfecҫão indireta do ar reduz consideravelmente aquelas tão características doenҫas dos animais • Especialmente na criaҫão de leitões e pintos

Barreira de irradiaҫão UV

A fim de evitar que de um recinto contendo material infeccioso germens possam migrar para outro, são posicionadas barreira de irradiaҫão UV entre os dois recintos. A irradiaҫão acontece de forma direta, ou seja que também pessoas poderão ficar na área de irradiaҫão da válvula de desinfecҫão durante um curto período de tempo. (É recomendável abaixar a luz da válvula por meio de lamelas que dirijam a irradiaҫão de preferência numa determinada direҫão).